Som ambiente

Dicas

Um som ambiente agradável faz com que os clientes permaneçam mais tempo em seu estabelecimento e com que voltem com mais frequência. Além de aguçar a audição, despertando sensação de prazer, conforto e bem-estar, a música também transmite a identidade do seu estabelecimento. Uma boa escolha musical reforça a sensorialidade do conjunto do ambiente, intensificando a comida, o nome do chef, e até mesmo o perfil do proprietário.

img1

Disponível em: https://goo.gl/YUawj8.

No entanto, para isso, é importante saber qual é o estilo do seu restaurante e o que você quer transmitir aos seus clientes. Calma, tranquilidade, alegria, descontração, animação, sofisticação, romantismo… Outro fator importante é decidir o que combina com o seu negócio: jazz, bossa nova, música clássica, MPB, eletrônica, dance, sertanejo… Por exemplo, há hotéis e restaurantes que preferem músicas alegres ao servir o café da manhã, para que os clientes comecem o dia no mesmo clima. Por outro lado, em jantares, é mais comum os que optam por músicas mais calmas para que os clientes possam relaxar e apreciar uma boa comida, sem distrações.

Além disso, existem outras ideias interessantes: em alguns restaurantes dos EUA, a playlist de músicas faz parte do menu do estabelecimento. Ou seja, além da bebida e do prato, o cliente pode escolher o que ouvir! Pode ser divertido, não?

E quanto aos equipamentos? Bom, eles dependem do local e o quanto você deseja atingir com a música. O ideal é consultar e contratar empresas especializadas em sonorização para que possam montar os equipamentos adequados ao seu espaço. Porém, tome cuidado! Som alto demais, estilo errado, ou repetição constante de músicas incomodam os clientes, podendo afastá-los do seu negócios.

img2

Disponível em: https://goo.gl/caO9LW

Ah, e não podemos esquecer dos direitos autorais para reprodução das músicas! Eles devem ser pagos diretamente ao ECAD  (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição), uma entidade sem fins lucrativos responsável por recolher e repassar esse dinheiro aos artistas. As taxas variam de acordo com a área sonorizada, região e tipo de negócio, e são calculadas pelo próprio órgão. No site da organização – http://www.ecad.org.br/ – você pode identificar qual o perfil do seu negócio, efetuar o pagamento da taxa, e solicitar gratuitamente a Rádio ECAD, um programa no qual você pode administrar e controlar a sua programação musical de maneira simples, prática e gratuita!

Evidencie a identidade do seu negócio através da música e deixe o ambiente mais agradável! Vale a pena investir!

Imagem destacada disponível em: https://goo.gl/6nTBf0

Compartilhe
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on RedditShare on LinkedInEmail this to someone

Notícias

Entenda sobre a classificação de categorias de hotéis

Há diferentes tipos de categorias para hotéis – hotel comum, hotel resort, pousada, hostel ­- e há diferentes classificações. Entenda »

VEJA MAIS

A hierarquia na cozinha

Na hora de contratar os funcionários encarregados somente da cozinha do restaurante é preciso entender que existe uma hierarquia para »

VEJA MAIS